Trecho de Farol do Óbito


Via-o apenas de costas, em pé, conduzindo o barco com o remo até a margem inaudita. Trazia apenas uma passageira, através do silente rio de águas negras. No véu tenebroso da noite, a tênue e vacilante luminescência provinha unicamente dos seus cachos dourados que se derramavam sobre os ombros como cachoeiras tristes e solitárias. Nenhum som resistia à sedução faminta da noite, nem mesmo a carícia do remo nas águas abandonava a austera e reservada discrição...


Deise Zandoná Flores

Trecho do conto "Farol do Óbito", do livro

NOITE: SOMNIA ET FABULAE

360 págs.


Adquira o seu na Amazon clicando no link:

https://www.amazon.com.br/dp/6500132467/ref=cm_sw_r_fb_apa_fabc_Fqr7Fb0F1D2ZQ


Ou na editora Clube de Autores:

https://clubedeautores.com.br/livro/noite-somnia-et-fabulae


#contos #fantasia #ficção #mitos #fábulas #sonhos #universosparalelos #deuses #suspense #magia #mitologia #suspensepsicológico #universo #cosmos #universoonírico #mundos #ficçãocientífica #outrosmundos #literaturafantástica #literatura #inconsciente #psique #ClubedeAutores #livronovo #Adquira #Adquirajáoseu #nãoperca #NOITE #NoiteSomniaetFabulae #DeiseZandonáFlores #DeiseZandona


2 visualizações