Pulsar



Contração e expansão...

Não é só a matéria que pulsa.


O sangue nas veias, os astros,

os homens nas teias do destino,

a alma... Ela também pulsa.

Pulsa, expulsa, impulsiona e convulsiona.

Sai da caverna, esgueira-se pela floresta,

ganha o infinito e retorna à Terra,

no próximo inverno, ao seu posto diminuto,

de universo encolhido e amor expandido,

onde estão presentes anjos, santos, ninfas,

deuses e quaisquer entes que, à vida,

confiram sentido.


Aceita o pulsar ou abdica da boa fortuna.

E vê a alma expulsa do corpo...

Porque a alma é tudo, é una com o Todo:

com a reta e a curva, com o torto e a chuva,

com a Terra e o vazio, com o sono e o pousio,

com o esquadro e o astrolábio, com a lua e o sol,

com o azar e a fortuna, com o esmo e o destino,

com o baixo e o cimo, com o som e a melodia,

com o Oceano Primordial e a Poesia,

Sua Filha imortal.

21 visualizações2 comentários
ATENA

ATENA

Adquira já o seu livro de poesias!

APOLO

APOLO

Adquira já o seu livro de poesias!

HADES

HADES

Adquira já o seu livro de poesias!

AFRODISIA

AFRODISIA

Adquira já o seu livro de poesias!

Patrocine a poetisa. Doe um cafezinho. Grata!

Siga-me nas redes sociais.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram