O Caminho, a Verdade e a Vida


O tempo sagrado, o tempo dos Deuses, é o eterno. Não há um tempo cronológico, tal como entendemos. O tempo, esse conceito abstrato, não existe por si mesmo; é só um adjetivo ou atributo do divino, como apresentado por Hesíodo na Teogonia. Segundo a visão de mundo arcaica apresentada na obra de Hesíodo, existem tantos tempos - e dimensões - quantos Deuses, mas todos estão sujeitos à força e poder de Zeus. A noção de tempo, pressuposto basilar e fundante da História, isto é, o tempo histórico e cronológico dos homens é uma concepção da nossa cultura. Para os pitagóricos, o tempo é cíclico, repetitivo e reversível, o tempo do Eterno Retorno; para o Cristianismo, o tempo é liear e progressivo, flui, escoa, de forma irreversível. Quando pensamos em termos cristãos, Deus continua sendo O Eterno, o não-cronológico e, portanto, o não-histórico. Sem a sofisticada concepção da Trindade, ou mais especificamente, sem o Espírito Santo, enquanto Caminho pelo qual o Divino Eterno se manifesta, anuncia - e traz- o Filho de Deus, Jesus Cristo, situado no nosso tempo histórico estaria "fora" do tempo divino, como mais um homem inscrito no tempo profano, histórico, o tempo da nossa visão de mundo. Enquanto Espírito Santo ou teofania, isto é, manifestação divina, Deus, O Eterno surge no nosso tempo, através de Jesus Cristo encarnado. Jesus Cristo, se visto isoladamente, não funda(ria) um novo tempo. O Tempo não surge com ele. Cristo seria antes o marco de uma Era, mais uma das eras humanas, cuja percepção agora não é mais cíclica, mas linear e escoativa. Isso porque Cristo nasce para os homens NO tempo histórico, no tempo dos homens. No entanto, ao morrer e ressuscitar, faz o caminho inverso ao do Espírito Santo, isto é, ao caminho da manifestação do Divino Eterno, que veio do Tempo de Deus para o tempo dos homens aqui na Terra. Cristo É agora o Espírito Santo, a própria Manifestação Divina e, portanto, o próprio Deus Eterno. Sendo assim, esta a forma como eu compreendo o postulado "Eu sou O Caminho, A Verdade e A Vida": Jesus Cristo é o Caminho dos homens de volta ao Eterno, enquanto Espírito Santo; é A Verdade, enquanto o próprio Deus-Tempo-Eterno; e é a Vida, enquanto Cristo-homem vivo, encarnado e humanizado que aqui esteve e morreu para se tornar Vivo (da vida à Vida). E ainda: enquanto Trindade - estes três conceitos "Caminho-Verdade-Vida" são o Uno, a Totalidade Cósmica, a Unidade Divina. E é, nestes termos, que a vida dos homens, que escoa como o seu tempo histórico, converte-se em Vida Eterna no tempo imutável de Deus: seguindo o caminho de Cristo. Areia Nymphia Obs: Este texto não tem qualquer pretensão teológica ou religiosa. É apenas um esforço e um esboço de reflexão filosófica. Imagem: Salvator Mundi, de Leonardo Da Vinci

#Ocaminhoaverdadeeavida #Cristo #EspíritoSanto #Deus #Trindade #Hierofania #manifestaçãodivina #eternidade #temposagrado #Zeus #AreiaNymphia

1 visualização

Posts recentes

Ver tudo

Dessacralização do Mundo

A dessacralização do mundo, de uma perspectiva histórica, é um fenômeno recente. "O homem profano descende do homem religioso e não pode anular a sua história: os comportamentos de seus antepassados q

Crise Existencial e Religião

Uma crise existencial traz à tona questões atemporais na história do pensamento humano, questões sobre a realidade do mundo e a presença do homem no mundo: "até que ponto o mundo e a vida são reais ou

ATENA

ATENA

Adquira já o seu livro de poesias!

APOLO

APOLO

Adquira já o seu livro de poesias!

HADES

HADES

Adquira já o seu livro de poesias!

AFRODISIA

AFRODISIA

Adquira já o seu livro de poesias!

Patrocine a poetisa. Doe um cafezinho. Grata!

Siga-me nas redes sociais.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram