Nascente


Brincas de nadar contra a corrente. Brinco de correr atrás de ti. Brincas de surfar ao tempo rente. Brinco de remar tão lento, se... ... não fosses quem tu és, eu só veria calhas, tinos, fés e fantasias; um cardume de ilusões tomar-me-ia e de mim faria um brinquedo entregue a ti. Eu me rendo, pois que não tenho forças para lutar. Sou eu como a semente prestes a germinar. Em poças d'água, ainda nadas, louco, a sonhar com a nascente, do corpo, ausente a me esperar. Em poças d'água, ainda nado, louca, a sonhar

com a nascente, do corpo, ausente a te esperar.

****

#brincadeira #amor #relação #relacionamento #nascente #poesia #poema #DeiseZandonáFlores #ilusões #peixes

0 visualização
ATENA

ATENA

Adquira já o seu livro de poesias!

APOLO

APOLO

Adquira já o seu livro de poesias!

HADES

HADES

Adquira já o seu livro de poesias!

AFRODISIA

AFRODISIA

Adquira já o seu livro de poesias!

Patrocine a poetisa. Doe um cafezinho. Grata!

Siga-me nas redes sociais.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram