Inseparável Amigo


Pés equidistantes... Quem diria que poderia acertar? Seus olhos infantis já cansados... E o que queria fazê-la confessar? Mente confusa entre um passado inexistente, um presente eterno e um futuro vazio... Achava mesmo que se curvaria? Tudo vale pela hierarquia? Preferia antes perder o ar a subsistir dura e fria feito um diamante. Jogos de adivinhações, sem prêmios ou recompensas, apenas promessas de fazer cessar as punições, muitas vezes antes quebradas. Não bastavam a privação de sono, asseio, água e alimento, erguida pelo pescoço, coroada pelo estrangulamento. E uma voz cada vez mais distante repetia a ordem: "te dobra!" A água brota dos olhos com uma raiva espessa e cintilante - já não era sem tempo! Com o olhar, assentiu... Ele afrouxou as mãos permitindo-lhe falar. Em vez da confissão, o desabrochar da negra flor do ódio que, em horrenda dor, é quase um ópio. Urrou: "Termina o serviço, covarde!" Na brecha, reage. E eis que, de súbito, encontra o resgate no bote da serpente. Com um instrumento qualquer ao alcance das mãos, acerta-o de um só golpe. Por ora, equânimes... Descobriu pelo ódio que não temia pela vida. Descobriu força monstruosa e desconhecida. Descobriu o instinto. Descobriu ser bicho, aos onze anos... Daquele momento em diante, seus planos se resumiram a não morrer, não buscar a morte nem se deixar matar... ... buscar águas calmas e um pouco de ordem, cultivada miragem usada como muletas, porque face às ameaças, reais ou imaginárias - e via-as em toda a parte -, os gatilhos arrasariam a si mesma e arredores. E não faria nada para impedir.... Nem poderia. Sem nunca desviar o olhar, mirou o mal nos olhos ainda cedo. Descobriu ter mais raiva do que medo. Só podia tentar manter calmo o animal desperto, o temível e inseparável amigo, que nunca falhou consigo. Ela não se curva... Esse é o seu "nunca". Através das injustiças e das torturas, descobriu não ter, na coluna, dobradiças. E dormiu, naquela noite, o sono dos justos. ******

#raiva #estrangulamento #tortura #injustiça #interrogatório #punição #confissão #abusoinfantil #ameaça #poema #poesia #ódio #reação #agressividade #DeiseZandonáFlores

5 visualizações
ATENA

ATENA

Adquira já o seu livro de poesias!

APOLO

APOLO

Adquira já o seu livro de poesias!

HADES

HADES

Adquira já o seu livro de poesias!

AFRODISIA

AFRODISIA

Adquira já o seu livro de poesias!

Patrocine a poetisa. Doe um cafezinho. Grata!

Siga-me nas redes sociais.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram