Pornografia Educativa


Há 2 anos, descobri que filmes pornográficos são educativos. Não me perguntem como a conversa chegou nisso. Não sei dizer.

Uma típica feminista jovem-acadêmica-que-não-trabalhava-mal humorada e resmungona PROBLEMATIZAVA (palavra que indica o academicismo) os filmes pornôs e a indústria pornográfica.

Discorria longamente sobre a pornografia ser voltada ao público masculino, usando muito o ponto de vista masculino das cenas e estimulando a " CULTURA DO ESTUPRO".

E eu que achava que o papo ia descambar em sacanagem. Ledo engano. E lá surgiram a "OBJETIFICAÇÃO FEMININA" e o "CARÁTER DIDÁTICO" dos filmes pornôs, que ensinam e perpetuam o machismo.

A grande novidade da conversa (digo, palestra acadêmica) foi ser informada que, finalmente, está surgindo um mercado consumidor para filmes pornográficos mais EQUÂNIMES e HIGIÊNICOS, isto é, livres dos velhos e arraigados preconceitos patriarcais-demoníacos-machistas. Este novo mercado valorizaria a visão feminina da coisa.

Logo imaginei um ator PROFERINDO (à esta altura, já não convinha usar os verbos 'dizendo' ou 'falando') a seguinte frase:

"Por obséquio, mulher autônoma e independente, permites-me que te penetre?"

Imaginei igualmente a resposta da atriz: "Penetração ainda é resquício falocêntrico, precisas superar este preconceito."

Em vez de sacanagem, as cenas seguintes culminariam em palestra, lavagem cerebral e, se fosse necessário, infelizmente para o ignorante opressor, lobotomia.

Tudo me fazia lembrar daquele filme com Silvester Stallone e Sandra Bullock fazendo "sexo" imaginativo, através de um capacete, porque o contato de corpos e fluidos era nojento.

Logo pensei: pornô didático deve servir para tese de mestrado, e não para os fins que habitualmente conhecemos.

Até aquele momento, eu achava que a função do pornô era o estímulo à confraternização do homem (ou mulher) com sua mão. Ledo engano parte 2. Descobri que o pornô visa tão somente a perpetuação da "CULTURA DO ESTUPRO FALOCÊNTRICA".

Este foi o momento em que o "FALOCENTRISMO" entrou na minha vida.

Meus conceitos caíram por terra! Toda uma vida baseada em uma mentira! Aliás, bilhões, trilhões, zilhões de vidas baseadas em uma mentira, desde os primeiros seres não-humanos copulantes que surgiram na terra.

Não bastasse a palestra, até o açaí estava se tornando intragável àquela altura. Eu já analisava duas possíveis alternativas para minha angústia: suicídio ou homicídio.

Descobri a maturidade: acabei dando uma gargalhada e encontrando colo e conforto nos abraços da MÃE IRONIA e do PAI SARCASMO.

Qual foi o pulo do gato para a maturidade? Simples. ESSE POVO NÃO GOZA!

Foi assim que eu consegui restaurar a DIGNIDADE da pornografia: a SACANAGEM PURA e SIMPLES.

Além da CONFRATERNIZAÇÃO do homem com sua mão, ela também promove o RISO.

Valha-me a Deusa, com tantos problemas e agora com tantas PROBLEMATIZAÇÕES, PRECISAMOS DESESPERADAMENTE do RISO!

Só o riso salva!

Saudações problematizantes!

Deise Zandoná Flores

#pornografiaeducativa #objetificaçãofeminina #falocentrismo #culturadoestupro #falocêntrico #problematizar #sexo #gozo #ironia #sarcasmo #riso #patriarcado #machismo #crônica

9 visualizações
ATENA

ATENA

Adquira já o seu livro de poesias!

APOLO

APOLO

Adquira já o seu livro de poesias!

HADES

HADES

Adquira já o seu livro de poesias!

AFRODISIA

AFRODISIA

Adquira já o seu livro de poesias!

Patrocine a poetisa. Doe um cafezinho. Grata!

Siga-me nas redes sociais.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram