O Gritedo das Santinhas


O GRITEDO DAS SANTINHAS (Um Diálogo Imaginário)

- Já reparou como as heroínas são sempre gostosinhas e ficam de roupa curta? - ela me perguntou.

- E?

- Objetificação feminina. As Pin Ups são o exemplo máximo disso!

- Eu acho que elas ficam bonitas e femininas assim.

- Isso é o teu machismo falando. Herança da sociedade patriarcal.

- Hummm... E compartilhar foto de boyzinho saradinho de cuequinha boxer no Whatsapp é o que mesmo?

- Nada a ver. Isso é entre nós. Os homens só avaliam mulheres por peito e bunda. Nem precisa do resto.

- Ah, e as mulheres os avaliam pela dignidade! ?

- Não é assim. Nós não avaliamos um homem apenas por uma parte do corpo.

- E aqueles comentários cheio de risinhos e olhares quando estão em grupo do tipo: "Olha lá o fulaninho, nem é bonito, mas você reparou na bundinha dele? Dá vontade de morder."

- Ah para! Eles não é sofrem com uma objetificação. Eles nem ficam sabendo...

- Sim, porque são cegos, surdos e mudos...

- Eles não sofrem as pressões machistas das mulheres de ter de estarem sempre bonitas, maquiadas, depiladas, etc.

- Talvez, mas ai deles se falharem na hora H. São esculhambados. E, ) não bastasse isso, todo o clube da luluziha fica sabendo... ou estou enganada?

- Eu não espalho.

- Claro, só para uma amiga de confiança. Ela também tem uma amiga de confiança. Não?

- Nem toda a mulher é assim.

- Verdade. Existem algumas discretas. Só um olharzinho de decepção. Afinal, perderam tempo se maquiando "para nada".

- É verdade, ué!

- Se não é objetificação, é o quê? Utilidade? Fazer valer o investimento em manicure, depilação e o escambau?

- Eles não têm essa exigência de estarem sempre perfeitos.

- Têm outras. É diferente. Ninguém passa ileso. Relações humanas.

- Eu nunca fiz nada disso. Nunca falei nada disso pro meu marido.

- É mas já lhe recomendou a "balinha azul", ou está me falhando a memória? Aliás, eu fiquei sabendo disso!

- Eu estava preocupada com ele. Já fazia uma semana!

- Tem razão! Que horror! Devia ser motivo pra processo com direito à indenização.

- Tu tá defendendo o indefensável: o machismo e a "objetificação".

- Agora entramos no "TU". A porra ficou séria. Objetificação. E lá vamos nós descambar de novo nessa palavra que nem o corretor ortográfico reconhece... De volta ao gritedo das santinhas!

- E por falar nisso, o que você me diz então da exigência de ser puta na cama e santinha fora que os homens têm.

- Homens ou Moleques?

- Tem cara com 50 anos que ainda pensa assim.

- Não aprendeu muito com a vida. Moleque. É melhor pular fora.

- Mas a verdade é que querem uma puta e uma santa.

- Exato. Duas separadas. Moleque.

- Não. Tudo na mesma.

- Esquizofrenia do moleque. Insegurança. Uma santinha é cheia de senãos, não-me-toques e restrições. Desculpa perfeita para arrumar uma puta. Moleque. Perda de tempo.

- É muito bonita essa tua visão, mas a verdade é que temos sim todas essas exigências.

- Por que querem. Esquizofrenia das molecas. Insegurança. Perda de tempo.

- Vai dizer que, às vezes, tu não quer ficar bem à vontade e se obriga a te arrumar toda por causa dele?

- Se eu quero ficar bem à vontade, ponho um pijama, pantufas, moletom e fico de cara lavada e bocejando. É relaxante. Da mesma forma que se eu estou meio baixo astral, ou apenas se estou a fim, eu me arrumo e me maquio mesmo que seja pra ficar em casa no sofá lendo um livro.

- Papo furado!

- Eu já saí da adolescência há algum tempo. Insegurança é uma perda de tempo e de energia. Fazer o que eu quero na hora que eu quero é libertador. Devia tentar.

- Bem, se tu te acha...

- Não. Vivo me procurando.

- Devia ser mais humilde.

- E isso implica em abanar o rabo, te impor sacrifícios para depois nutrir ressentimentos de homens que não se impõem milhões de coisas e desfilar um rosário de cobranças e insatisfações?

- Você coloca todo o peso na mulher! Isso é o patriarcado falando através de ti! - Como se tivesse me baixado a pomba gira? Voltamos ao "VOCÊ "? VOCÊ ou TU? Decide logo para eu adaptar minha palestra educativa facebookiana.

- Aff... Arrogante.

- Se for assim, então eu sou mesmo. Paciência, mas me recuso a ficar redemoinhando. Isso me parece melhor do que me avaliar por um terceiro a quem passarei a vida combatendo por liberdade. Liberdade é viver independente da opinião alheia, fazer o que me faz feliz.

- Ah, tá. Vai me convencer que nada disso te afeta?

- Afeta, mas insisto na liberdade. É mais fácil me convencer do que convencer o outro. Além do mais, é prazeroso me soltar. É uma brincadeira, tipo montanha russa. Dá medo mas é uma aventura!

- Mas eles têm que mudar esse pensamento!

- Agora sim! Vamos conjugar o verbo TENCAR. As crianças têm que estudar. As pessoas têm que aprender. E o analfabetismo funcional e emocional continuam a despeito da beleza desse verbo...

- Ironia e sarcasmo são irritantes. É insuportável falar contigo.

- Ironia e Sarcasmo são didáticos. Irritam. Quando bate a emoção, a gente aprende. É melhor que o discurso do "tem que isso, tem que aquilo". Ninguém escuta.

- É, mas assim tem gente que não vai querer mais falar contigo!

- Paciência. Se o incômodo der um empurrãozinho para soltar as amarras, já me dou por satisfeita. A criatura nem precisa mais olhar para a minha cara. - Mas é deselegante.

- É verdade, nisso estamos de acordo. Estou cada dia mais parecida com meu pai.

Deise Zandoná Flores

#conto #objetificaçãofeminina #temque #DeiseZandonáFlores #santinhas #hipocrisia #heroinas #crônica #humildade #arrogância #homem #moleque #puta #santa #mulher #relação

1 visualização

Posts recentes

Ver tudo

Pornografia Educativa

Há 2 anos, descobri que filmes pornográficos são educativos. Não me perguntem como a conversa chegou nisso. Não sei dizer. Uma típica feminista jovem-acadêmica-que-não-trabalhava-mal humorada e resmun

ATENA

ATENA

Adquira já o seu livro de poesias!

APOLO

APOLO

Adquira já o seu livro de poesias!

HADES

HADES

Adquira já o seu livro de poesias!

AFRODISIA

AFRODISIA

Adquira já o seu livro de poesias!

Patrocine a poetisa. Doe um cafezinho. Grata!

Siga-me nas redes sociais.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram