Enredos


Somos iguais em nossas diferenças!

Nossas crenças e descrenças assim desajustadas,

como flores de jasmim nascidas

em cemitérios de eletrônicos e outros metais...

Nossos preceitos éticos...

Nossos fados ambíguos...

Nossos comportamentos anacrônicos...

Nossos sentimentos contíguos...

Nossas filosofias transacadêmicas...

Nossos sentidos de tempo exíguos...

Nossas estradas assimétricas,

embora paralelas e espiraladas em alguns pontos

propiciando, aos pés,

passos de uma coreografia eclética na dança da vida,

não impediram - antes aproximaram-

nosso encontro alquímico!

Nosso desprezo pelo chorume

de decompostos e verborrágicos valores...

Antes o ódio que o medo!

E o desespero, pecado sem deus,

responsabilidade e remorso, os meus e os seus,

o peso inteiro do mundo sobre os ombros...

No outono de nós, o rochedo

inflamável corre ao desapego,

disposto bem ao centro do pátio,

para ser queimado em uma fogueira.

Damos vivas às centelhas!

Na mata fechada, a clareira...

Os testes abrem os acessos, as passagens nas pontes...

Os abismos, de que as respostas protegem...

Os mestres são catapultados para o vácuo de si mesmos!

Enredos...

O abrigo da espuma desvela

os corpos nus sob a chuva, entregues às brumas,

em ilhas de mornas brisas e suaves texturas.

À noite, dormem em compartilhada ostra,

feridos e ferimentos,

agentes das dores e seus pacientes,

animais fustigados e seus escudos: as pérolas!

Iguais... em seus mitos!

Distintos... em suas histórias!

Deise Zandoná Flores

Ilustração de Arilton Flores

#amor #filosofia #igualdade #diferença #ética #fado #comportamentos #caminhos #encontro #vida #relação #sintonia #mitos #histórias

4 visualizações
ATENA

ATENA

Adquira já o seu livro de poesias!

APOLO

APOLO

Adquira já o seu livro de poesias!

HADES

HADES

Adquira já o seu livro de poesias!

AFRODISIA

AFRODISIA

Adquira já o seu livro de poesias!

Patrocine a poetisa. Doe um cafezinho. Grata!

Siga-me nas redes sociais.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram