Ad Infinitum


Se tempo é tudo o que eu tenho, peça outra coisa! O que as gramas podem fazer além de vicejar? O que as palavras podem fazer além de versejar? Versifique as suas emoções que eu tento compreender. Pare de esperar por minhas resoluções! Tenho milhões de ideias que posso ceder de bom grado, sem preço, sem peso ou pagamento. Eu não conseguiria perseguir todas as pistas... Eu não conseguiria tecer todos os fios... Não acho que no final haja algum tesouro, além do anúncio dos corvos, mas o passo que damos podem compor um desenho bonito, com ou sem significados místicos... Podemos compor o nosso próprio mito, em um universal que fale só de nós. E, ao falar bem e no detalhe, falará de tudo e de todos além de nós. Peça outra coisa! Há coisas que não posso fornecer... Eu escolho onde derramo gotas do meu sangue. Eu escolho por onde viver. Eu escolho por onde subsistir. Eu escolho ao que ceder. Eu escolho ao que resistir. O que as gramas podem fazer além de vicejar? O que as palavras podem fazer além de versejar? E o amor é mais visceral que os versos. E a paixão é o meu modus operandi. E o percurso é mais crucial que o inferno. E a linha de chegada já não me importa. Os meus olhos veem o círculo ao redor do triângulo. E todo o mundo eu vejo de três em três. E a cada três eu conto apenas uma vez... Eles falam do mesmo e único círculo, onde o início encontra o fim, onde o não encontra o sim. Todos os extremos sempre descambam no único e no mesmo. Você compreende o que eu digo? Você lê para além do enredo do mito? E o que o mito diz? É só uma cifra! Sinta a melodia... Você é músico? Você é mágico? Você é místico? Você é um plágio? Versifique as suas resoluções! Não espere por minhas emoções... Cace-me e me encante! Cante para me acalmar... Tenho torrentes que não posso conter, mas eu sempre posso cansar e ceder... ... desistir de me debater. Se o retorno é eterno, em que ponto da melodia ele inicia? Se o retorno é eterno, à que nota da sinfonia ele retorna? Eu vejo o círculo ao redor do triângulo. Encontre, em um dos três pontos, o ponto zero. Se é um jogo de soma zero, eu não sei. Eu cansei de perguntar... Mas se há um retorno, há um princípio, sem melodia, sem música ou sinfonia, sem presente, sem passado ou futuro, sem início, sem retorno, sem eterno... ... nada. Eu não tenho objeções ao nada. Parece-me até um bom amigo... ... leal e companheiro. E, as minhas palavras... ... o que podem fazer além de versejar? E, eu... ... o que posso fazer além de criar melodias feitas de tempo? O quê?

*********

#tempo #infinito #mito #emoções #melodia #vida #ideias #universal #palavras #poesia #música #sinfonia #triângulo #percepção #compreensão #visãodemundo #tempocircular #círculo #amor #modusoperandi #adinfinitum #extremos #eterno #retorno

7 visualizações
ATENA

ATENA

Adquira já o seu livro de poesias!

APOLO

APOLO

Adquira já o seu livro de poesias!

HADES

HADES

Adquira já o seu livro de poesias!

AFRODISIA

AFRODISIA

Adquira já o seu livro de poesias!

Patrocine a poetisa. Doe um cafezinho. Grata!

Siga-me nas redes sociais.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram