Fala-me


Fala-me da tua devassidão, que encontraremos um mundo onde podemos ser santos e pecadores, sem entretantos adversativos e senãos. Fala-me da tua imensidão, que forjaremos um mundo onde podemos ser mantos e protetores, sem conjunturas próprias e conjunções. Fala-me da tua alucinação, que surtaremos um mundo onde podemos ser dominados e dominadores, sem normas impostas e normatizações. Abra-me as portas dos teus desejos e obsessões. À sombra, reside o que deve ser trazido à luz. O dia veio para recalcar nossos fantasmas e monstruosidades e instaurar o reinado da polidez. A noite veio para explodir nossas convenções, bom mocismos e supostas bondades e instaurar o reinado da desfaçatez. Fala-me dos teus sadismos e masoquismos, que a maldade reside nos moralismos. Faz da tua saliva, a minha embriaguez. Impera no meu território. Torna-te soberano de minha languidez. À noite, abandono a minha sensatez. Oferto ao obscuro desejo do abuso, a minha nudez.

#desfaçatez #devassidão #abuso #desejo #noite #dia #luz #sombra

3 visualizações
ATENA

ATENA

Adquira já o seu livro de poesias!

APOLO

APOLO

Adquira já o seu livro de poesias!

HADES

HADES

Adquira já o seu livro de poesias!

AFRODISIA

AFRODISIA

Adquira já o seu livro de poesias!

Patrocine a poetisa. Doe um cafezinho. Grata!

Siga-me nas redes sociais.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram