Mestre e Profetiza


Sim, meu mestre, Eu tenho muito a prender com a tua gentileza. Eu te levaria para casa agora mesmo Se não fossem esses milhares de quilômetros... É tudo ainda tão novo para mim... Eu tenho esse sentimento com o que eu não sei o que fazer. Sim, meu mestre, Ainda estou em treinamento. E se te fosse revelar meus sentimentos Te pediria para não parar agora. Sim, meu mestre, Eu me tornei tua suprema soberana. E o meu reinado começou naquele salto Em que me minhas mãos foram seguras pelas tuas, E não me deixaste sucumbir ao grito surdo do vazio. E eu me lembro muito bem do frio... Sim, meu menino, Eu assumi meu posto: sou tua profetiza. E meus oráculos, sob a forma de poesia, De vez em quando fotografam antigas pegadas, De vez em quando analisam picadas na mata fechada, Percorrem na lembrança trilhas passadas, Indicam os caminhos a seguir. Só é preciso mirar os rastros e se permitir Fugir do inverno para chegar até minha casa, Poderoso e cálido abrigo do inferno. E se não souberes para onde ir, Mira tua imagem em um lago como espelho: Onde está o verdadeiro refúgio do teu lar. Segredo cartográfico, Sagrado contorno, Silhueta da minha morada, Escuna redentora de naufrágio, Pedra marco de minha refundação. Que tal começar de novo, meu melhor amigo? Ainda há tempo e poemas a escrever... **********

#mestre #profetiza #poesia #amor #devoção

5 visualizações
ATENA

ATENA

Adquira já o seu livro de poesias!

APOLO

APOLO

Adquira já o seu livro de poesias!

HADES

HADES

Adquira já o seu livro de poesias!

AFRODISIA

AFRODISIA

Adquira já o seu livro de poesias!

Patrocine a poetisa. Doe um cafezinho. Grata!

Siga-me nas redes sociais.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram