Senão Poesia


Não há fuga na poesia, não há senão alívio e cura. Não há evitação na poesia não há senão elaboração da loucura, luto da tirania imposta pela paixão. Pois que antes de brotar de si a palavra inundou-se de emoção. Poesia não é esvaziamento. Não foge do amor quem as cria, quem verte palavras. Verte palavras quem afogou-se no mar dos excessos quem perdeu-se nos truques do espelho. A poesia não é senão escape de excessos mantém em níveis salutares doses equilibradas de amor e egoísmo. Como pode ser egoísta aquele que ama senão na poesia? Senão na arte? Senão nos signos e símbolos, nos códigos e decodificações? Apossa-se da palavra Traduz em palavra o tempo louco das emoções Sempre atemporal. Sendo o instante, palavra; o excesso de amor, poesia. A poesia permite ao eu maturar, pôr ordem na casa, pôr-se em ordem em casa, aprumar-se. Viver a entrega do amor sem se perder. A poesia permite a paixão na arte, destina o amor à vida. *****

#poesia #vida #amor #paixão

15 visualizações
ATENA

ATENA

Adquira já o seu livro de poesias!

APOLO

APOLO

Adquira já o seu livro de poesias!

HADES

HADES

Adquira já o seu livro de poesias!

AFRODISIA

AFRODISIA

Adquira já o seu livro de poesias!

Patrocine a poetisa. Doe um cafezinho. Grata!

Siga-me nas redes sociais.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram