Tato


Que falta faz o tato, ... silente profeta do ocaso, menestrel da sensibilidade, abranda misérias, seduz à espontaneidade. Que falta faz o tato... ... filho dileto da Empatia, alquimista do encanto, desvio da melancolia, promotor do encontro, cupido da alegria. O tato, brandura do mundo delicadeza de amor contido descortina segredos de vida, reduz o fardo do mundo. O tato, aferidor dos afetos, doçura sob a forma de cuidado, exerce, diplomata dos conflitos, com sensibilidade pacífico-oceânica, a conversão do trauma-dor em numinoso professo amor.

(Inspirado no trabalho de Natália Piassi)

******

#tato #delicadeza #sensibilidade #amor #cuidado #poesia

4 visualizações
ATENA

ATENA

Adquira já o seu livro de poesias!

APOLO

APOLO

Adquira já o seu livro de poesias!

HADES

HADES

Adquira já o seu livro de poesias!

AFRODISIA

AFRODISIA

Adquira já o seu livro de poesias!

Patrocine a poetisa. Doe um cafezinho. Grata!

Siga-me nas redes sociais.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram