Eu Abismo. Eu: Abismo.


Abismo na estranheza o mundo. Abismo-me na profundidade do nada. Abismo no abismo o duelo entre lembranças e esquecimentos. Abismo e me abismo, no vazio de mundo que me habita, no vazio de mim que habita o mundo. Tão vasto mundo e tanto mais merecia de mim, enquanto abismo oceânica pequenez, em que o maior de mim é o pouco, é o vazio, o nada. E posto que me abismo na ausência de mim, não posso, por ser abismo, ofertar ao mundo mais do que posso e possuo. Ofereço pois meu tudo pequeno: meu ínfimo amor, meu (nem tão) irônico riso e meus olhos de melancolia. Oferto o abismo em versos de poesia. E ofertanto o mais que eu já tive um dia talvez eu possa menos abismar que ser abismo.

*****

#poesia #vazio

6 visualizações
ATENA

ATENA

Adquira já o seu livro de poesias!

APOLO

APOLO

Adquira já o seu livro de poesias!

HADES

HADES

Adquira já o seu livro de poesias!

AFRODISIA

AFRODISIA

Adquira já o seu livro de poesias!

Patrocine a poetisa. Doe um cafezinho. Grata!

Siga-me nas redes sociais.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram